<<< NO RULES... GREAT SURF >>>

..::: O limite extremo da sensatez é o que o público baptiza de loucura :::... Cocteau, Jean

domingo, julho 31, 2005

Liberdade sexual ou doença?


O mundo passa por um processo de liberação sexual que atinge todos os níveis de classes sociais, raças e crenças. Atualmente, os ‘jogos de amor’ mudaram e os objetivos para se chegar ao orgasmo também.
Não basta só receber prazer. É necessário fazer com que os parceiros sintam o mesmo. Muitas vezes, nestes jogos perigosos, a vontade de fazer amor ou mesmo sexo é que vale uma medalha, de ouro, prata ou bronze. Quanto às modalidades, tu escolhes! Tem para todo gosto e gênero, para homens e mulheres, sejam heterossexuais, homossexuais ou bissexuais. O que vale aqui é o prazer alcançado. O fetichismo, segundo os dicionários, pode ser considerado um desvio do interesse sexual para algumas partes do corpo do parceiro, para alguma função fisiológica ou para peças de vestuário, entre outros. Contudo, de acordo com os seus adeptos, é muito mais do que isso. Chega a ser uma tara, um desafio ou, até mesmo, uma atitude de amor.
Em portugal, há muitos adeptos dos mais diferentes fetiches sadomasoquistas, bondage e dominação, submissão, disciplina. A quantidade é tão diversa que fica difícil enumerar quem veio primeiro o ovo ou a galinha.
Para quem preferir variações menos radicais, há outros tipos de ‘brincadeiras eróticas’, como o swing (com ou sem troca de parceiros – num mesmo local), o voyerismo (que consiste em assistir pessoas tendo relacoes sexuais ou simplesmente, trocando ou tirando a roupa), o exibicionismo (ao contrário do voyeur, o exibicionista gosta de mostrar seu sexo em locais públicos ou mesmo se despir ou ter relacoes para que outras pessoas possam ver), podolatria (pessoas que amam pés e que, em alguns casos, chegam até a esfregá-los em suas partes íntimas), entre outros fetiches.
A diversificação e orientação sexual das pessoas é algo fascinante e curioso, por isso, esta coluna pretende desvendar e esclarecer algumas dúvidas sobre as mais variadas formas de se ‘fazer amor’. Confira, mas não esqueçam de usar presevativo e de se prevenirem contra doenças sexualmente transmissíveis, não só a sida...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Biafine 
WDE
Biafine WDE
online